Prótese de ATM

Prótese de ATM

 Buscando avanços no segmento de bucomaxilofacial, a PROMM desenvolveu a Prótese de ATM  (Articulação Temporo-Mandibular)  registrada na Anvisa sob nº 10447390006. Os estados degenerativos severos da Articulação Temporomandibular (ATM) podem ser consequentes de traumas faciais, reabsorção condilar idiopática, osteoartrites, artrite reativa, anquilose, doenças auto-imunes, exposição das ATMs às múltiplas cirurgias, assim como a materiais aloplásticos contendo acrílico ou cimentos ósseos entre outros. Tais pacientes têm altas taxas de insucesso em longo prazo quando submetidos a reconstrução articular com tecidos autógenos ou outras modalidades terapêuticas.

A reconstrução total articular (côndilo mandibular e fossa articular), feita com prótese total articular personalizada, confeccionada através da tecnologia CAD-CAM (Computer Assisted Design/Computer Assisted Manufacture) especificamente para a anatomia de cada paciente sobre o protótipo da sua face, obtido a partir de uma tomografia e com materiais já utilizados e plenamente aceitos na ortopedia médica, tem se apresentado como a alternativa mais confiável para a reabilitação de tais pacientes com potencial de reabilitação por meio da ATM e avanço da mandíbula em uma única fase cirúrgica, propiciando benefícios funcionais, estéticos e respiratórios.

O avanço mandibular além de corrigir a deformidade dentofacial decorrente da deficiência mandibular, tem se mostrado como uma eficiente forma terapêutica para a eliminação da Síndrome da Apnéia e Hipopnéia Obstrutiva do Sono, devido ao aumento do EAF consequente ao estiramento dos músculos e tendões relacionados com as vias aéreas superiores (músculos velofaríngeos e supra-hióideos) pelo avanço das suas inserções ósseas.*

 *PINTO, L. P., OLIVEIRA, Marília Gerhardt, BERTOLLO, R. M.
Cavidade Bucal In: Manual de Anatomia de Cabeça e Pescoço.4 ed.Porto Alegre : Edipucrs, 2002, v.4, p. 99-106;

*PINTO, L. P., BRITO, Jorge Honório M, CAUDURO, F.
A tíbia como sítio doador de enxerto ósseo para a implantodontia In: V Congresso Internacional da Academia Latino-Americana de Osseointegração, 2001, Porto Alegre.

Anais do V Congresso Internacional da Academia Latino-Americana de Osseointegração. Porto Alegre: , 2001. v.5. p.43;

Disponibilizamos para visualização online o vídeo do processo de criação da prótese de ATM fabricada pela PROMM.

Além da criação, o vídeo contém cenas da cirurgia e o depoimento da paciente satisfeita com o resultado do implante.

Aspectos Cirúrgicos

Traumatismos, tumores, enfermidades ósseas assim como má formação congênita são causas de defeitos na ATM. O projeto, integrado ao planejamento cirúrgico de uma prótese específica para cada tipo anatomia é uma possibilidade oferecida pela PROMM para contribuir no sucesso da reabilitação funcional e estética do paciente.

Aspectos Radiológicos

Para a reconstrução tridimensional dos defeitos do crânio são utilizadas imagens DICOM – informações provenientes da tomografia computadorizada do paciente.

ATENÇÃO!

As tomografias devem ser realizadas somente em tomógrafos Fan Beam (conhecidos como “tomógrafos médicos”), pois exames feitos em tomógrafos Cone Beam (“tomógrafos odontológicos”) geralmente omitem detalhes que são necessários para confecção das próteses.

A figura abaixo ilustra a região do crânio que deve ser apresentada na tomografia:

Protocolo de tomografias:

  • Matrix: 512 x 512
  • Field of View: entre 140mm e 170mm
  • Gantry Tilt: 0º
  • Espaçamento por rotação: 1,0mm
  • Algorítimo de reconstrução:Bone ou High Resolution
  • Espessura do slice: 1,0mm
  • Intervalo de reconstrução: 1,0mm
  • Posicionamento do paciente

As imagens devem ser gravadas em CD-ROM e enviadas para a PROMM.

Apenas as imagens axiais são requeridas, não são necessárias reformatações odontológicas ou películas.

Pedimos que se for possivel, seja enviado a PROMM também o Modelo Dentário do paciente.

Em caso de dúvidas nossa equipe está a disposição para atender.

Aspectos Técnicos

A partir de dados tridimensionais de uma tomografia computadorizada, o modelo físico do crânio é produzido. A prótese é, então, projetada para corrigir adequadamente o defeito articular.

O projeto da prótese é integrado ao planejamento cirúrgico para compatibilizar aspectos como estrutura mecânica, acesso cirúrgico, fixação, cuidado com zonas vascularizadas, inervadas, biocompatibilidade, anatomia e função.

Redução de Custo Hospitalar

A prótese de ATM possui uma geometria adequada dispensando adaptações. Isso proporciona uma significativa redução do tempo de cirurgia, redução da morbidade e dor pós operatória, com consequente redução do tempo de recuperação e internação do paciente.

O implante não corre o risco de necessitar de uma segunda cirurgia para corrigir problemas causados pela reabsorção, o que ocorre na reconstrução com enxertos autógenos.

Vantagens

  • Melhor reabilitação do paciente;
  • O planejamento conjunto do cirurgião e uma equipe de engenheiros, auxiliado por um modelo físico tridimensional;
  • O uso de materiais biocompatíveis;
  • Auxilia na reconstrução anatômica e estética.

MATÉRIA-PRIMA

 O componente mandibular do Sistema de Artroplastia PROMM é composto de uma cabeça condilar fabricada em liga de cobalto-cromo-molibdênio (NBR ISO 5832-12) e um corpo mandibular fabricado em titânio puro (NBR ISO 5832-2). 

O componente craniano do Sistema de Artroplastia PROMM consiste de uma cavidade, contra a qual o côndilo será articulado, fabricada em polietileno de ultra-alto peso molecular, UHMWPE (NBR ISO 5834-2).